A TRAVESSIA:

Do treinamento comportamental às redes humanas de excelência


Estamos em um movimento de transição de uma sociedade baseada na execução de tarefas em massa (e de consumo em massa) para outra baseada na qualidade dos relacionamentos.

Estudo diagnóstico e atendimento das dificuldades de relacionamento humano em diferentes planos interligados: intrapessoal (Você com voce mesmo), interpessoal (Você e os outros) e coletivas ( Eu-Tu-Ele, Nós-Vós-Eles).                              

Podemos filmar as pessoas desde diferentes ângulos e ver juntos o mesmo filme. Rondon, o marechal explorador da Amazônia comentava como os índios ao verem suas imagens captadas pela máquina de filmar se surpreendiam e acreditavam que a filmadora capturaria o espírito das pessoas, tinham medo de serem filmados. E hoje em dia as pessoas acham confortável serem filmadas? Claro que não. 

A intervenção de mais alto impacto em uma reunião de planejamento organizacional é simplesmente todos se proporem a filmar essa reunião e depois olhar o filme junto com os participantes, incluindo a si mesmo. É uma excelente oportunidade para todos se enxergarem em interação e todos juntos saberem a melhor forma de lidar com isso. Todos ficam “expostos” ao perceber o fenômeno relacional vivido, o que acontece entre a intenção, o comportamento e os resultados de cada um e de todos. E, aí sim, encaminhar individual e coletivamente o que fazer com isso. A reflexão só acontece quando a gente quer.

 Não pode ser imposta. Sempre é uma proposta. Aí fica o convive para uma roda de conversa em forma de chat coletivo ou presencial. O tema não é determinante como possa parecer. Você pode falar de futebol e estará usando uma excelente metáfora a respeito do que é e como acontecem as relações humanas. Poderá falar de cozinha e acontecer a mesma coisa. O que não pode é ficar de fora como se não estivesse ali.  

Saiba Mais

COM -VERSAR: O FUTEBOL E AS REDES HUMANAS

Dr. Sergio Spritzer

Muitas pessoas reunidas em pouco espaço se antagonizando em busca da vitória. Uma ocasião para refletir a respeito da mentalidade de provocar a escassez para despertar o modo de estresse da mente ( "luta/fuga" ou "ataca/defende) contra "o inimigo". O heroi é o goleador. E a beleza do jogo como balé interativo de redes humanas? Esse balé poucos apreciam.

Precisamos "Com- Vencer": Os verdadeiros adversários são nossas crenças limitantes.

A HORA DE COMPREENDER    É AGORA
REDES SOCIAIS DA INTERNET
É ASSIM QUE VOCÊ FUNCIONA NO FACE?
O DESAFIO: PENSAMENTO E COMUNICAÇÃO