O Melhor das Redes Digitais

1.jpg

A pergunta básica é:

Como saber o que eu, o outro e os outros têm em mente?

"Como eu penso em forma de representações de experiências vistas, ouvidas e sentidas, assim como faço ideia das formas como os outros pensam?

Se imaginar com qualidade o modo como eu penso e como os outros pensam, poderemos compor uma versão unitária de pensar que nos sirva, isso vai servir de modelo vivencial e, por isso mesmo, praticável da nossa realidade."

Dr. Sergio Spritzer

Acompanhe-nos:

  • Preto Ícone LinkedIn
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Twitter

Ninguém diz diretamente o que pensa.

Precisa se valer de uma analogia: algo que possa ser visto, ouvido, feito e sentido fisicamente para daí “extrair”, “captar” a ideia.

Ela é uma abstração, a representação mental evocada. Nós de fato pensamos por analogias e não de forma abstrata.

Se cada uma das pessoas imagina, faz uma representação sensorialmente evidente do que pensa de si e/ou dos outros, então temos uma fenomenologia do imaginário a ser examinada e composta entre eles.

A pergunta básica é como saber o que eu, o outro e os outros têm em mente, se formos capazes de constituir uma unidade composta de representações do que nos interessa, seguimos em frente.

Se não, viramos executores de um comando do qual não fazemos ideia e não somos capazes de tomar posições em relação a ele como seres em interação.

Não fazer ideia do que se quer, se faz, do que o outro compreende e faz é um problema grave para a maioria das relações humanas em qualquer campo de vida.

2.jpg

Acompanhe-nos:

  • Preto Ícone LinkedIn
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Twitter
3.jpg

"Estamos reduzindo a experiência mental e os modos de pensar a modos de se comportar e de fazer?

Apenas faça o que tem que fazer! Seja prático e objetivo!

Implicitamente existe uma indução para não pensar a não ser em fazer, e um fazer sem pensar. "

Acompanhe-nos:

  • Preto Ícone LinkedIn
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Twitter

Já imaginou máquinas fazendo ciência delas mesmas? Por que isso é impensável?

No exame do pensar humano pela via do imaginário relacional, máquinas não desejam imaginar nem têm motivos para agir em causa própria.

Não formulam hipóteses, não se perguntam: “...e se…? então…? "

Acompanhe-nos:

  • Preto Ícone LinkedIn
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Twitter
4.jpg
5.jpg

Examinando a mente (pelo exame do imaginário) teremos a oportunidade de compreender juntos o quê pensamos.

Nenhuma fórmula de matemática, palavra, frase e nenhum detalhe de uma estrutura física do cérebro e mesmo a massa inteira dele, comporta em si mesmas a compreensão da nossa realidade....

Leia mais em: https://www.neurocom.com.br/post/examinando-a-mente

Acompanhe-nos:

  • Preto Ícone LinkedIn
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Twitter

Os fatos falam por si mesmos?

”Os números falam por si mesmos”; é só observarmos os números e traçado do gráfico, diz um grupo de pessoas frente a um complexo de telas de computador que mostra um monte de gráficos de diferentes cores e linhas.

Um deles, pergunta, distraidamente: dizem o que, mesmo?

Continue lendo: https://www.neurocom.com.br/post/fatos-falam

6.jpg

Acompanhe-nos:

  • Preto Ícone LinkedIn
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Twitter
7.jpg

Se não existisse uma mente da espécie humana e apenas mentes individuais, seria impossível a comunicação entre humanos.

Interessa saber, então como funciona esta mente local da pessoa e global da espécie humana.

Pois é através dela que compreendemos não só a mente uns dos outros, a mente de animais e as coisas do mundo.

Acompanhe-nos:

  • Preto Ícone LinkedIn
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Twitter

Pensar Reflexivamente faz diferença nos relacionamentos.

Uma criança se balança em um galho no alto de uma arvore e chama a mãe: Olha mãe! Veja como sei me balançar, como eu sou forte!

A primeira reação da mãe é a de um susto, ficar brava com o filho e xingar por ser tão imprudente. Se agir assim, ele ficaria assustado e poderia mesmo cair da árvore....

Continue lendo: https://www.neurocom.com.br/post/pensamento-reflexivo

8.jpg

Acompanhe-nos:

  • Preto Ícone LinkedIn
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Twitter
10.jpg

A compreensão de que cada um é ponto de convergência de uma relação com tantos outros pontos como um nós de uma rede de relações humanas muda a compreensão do eu como o da caveira solitária por Hamlet, personagem de Shakespeare...

Continue lendo: https://www.neurocom.com.br/post/somos-intelig%C3%AAncias-compostas

Acompanhe-nos:

  • Preto Ícone LinkedIn
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Twitter

Criar ou deixar de criar realidades suficientemente ricas e flexíveis também tem o seu feito adverso.

Um time marca o gol fica eufórico e em seguida leva dois do adversário. O que faltou? Senso de realidade.

A melhor decisão é fruto do cenário mais bem imaginado...

Estude como o pensamento pode se compor e aprenda a lidar bem melhor com o fantasma do antagonismo.

No fundo queremos todos viver da melhor forma. Só não examinamos qual...

11.jpg

Acompanhe-nos:

  • Preto Ícone LinkedIn
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Twitter
12.jpg

Em busca do que realmente interessa em comum.

Estude como o pensamento pode se compor e aprenda a lidar bem melhor com o fantasma do antagonismo.

No fundo queremos todos viver da melhor forma. Só não examinamos qual...

Acompanhe-nos:

  • Preto Ícone LinkedIn
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Twitter

Pensar de Forma Composta é Viver de Forma Composta.

Quem não conseguir imaginar a sua posição de forma flexível e relativizada na intricada rede de espaço-tempos das relações virtuais vai ficar profundamente desorientado.

É hora de rever as nossas identidades pessoais e coletivas.

Acompanhe-nos:

  • Preto Ícone LinkedIn
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Twitter
13.jpg
14.jpg

“O Que Está Acontecendo Entre Nós?

O que está acontecendo entre nós exclama quase em uníssono um casal em terapia. Entram em conflito por coisas aparentemente irrelevantes e sabem disso. Mas não sabem como definir nem como resolver a situação...”

Leia mais em: https://www.neurocom.com.br/post/o-que-esta-acontecendo-entre-nos

Acompanhe-nos:

  • Preto Ícone LinkedIn
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Twitter

“Os modos de pensar: Unário, Binário e Ternário.

Unário: Eu tenho a minha razão, então você não tem razão. Modo linear.

Binário: vamos discutir para ver quem tem razão. Se eu ganhar, a minha prevalece e a tua se submete à minha. Modo superficial.

Ternário: Cada um pode ter as suas razões e elas não precisam ser feitas para se antagonizarem entre si. Vamos conversar para compor o que faz sentido entre a sua razão e a minha e que nos interessa levar adiante para a nossa razão, que interessa para o nosso bem, guardando as nossas diferenças. Modo tridimensional ou multidimensional. "

15.jpg

Acompanhe-nos:

  • Preto Ícone LinkedIn
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Twitter
16.jpg

“Interação Humana no Mundo Contemporâneo.

A atividade instrumental será muito facilmente automatizável como tecnologia digital, mas não a interação humana que tende a recriar-se e inovar-se continuamente."

Aprenda a interagir em ambientes de alta complexidade.

Acompanhe-nos:

  • Preto Ícone LinkedIn
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Twitter

A interação humana tem ficado cada vez maior, complexa e desafiadora desde o início da civilização.

Desde o modo de perceber dentro da sociedade digital, parece iminente que as relações humanas perderão o seu lugar para os automatismos das máquinas.

Leia mais: https://www.neurocom.com.br/post/introducao-livro-interacao-humana

Acompanhe-nos:

  • Preto Ícone LinkedIn
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Twitter
17.jpg