top of page

Onde foi parar a criança que fomos, questionadora da realidade?

Atualizado: 30 de out. de 2023

©Sérgio Spritzer, 2022.


Onde está escondida a nossa criança curiosa, inquisitiva? Onde ela foi parar após certa idade dando lugar a um adultinho sério e compenetrado em estudar a matéria e tirar boas notas?


Imagine se alguém dissesse a tal criança que o braço dela se move por causa da atividade do cérebro. Ela perguntaria como isso acontece e, finalmente, porque isto é assim. O adulto comum não tem resposta.


O diálogo entre um adulto e uma criança é ilustrado pelo pequeno príncipe da história genial de Saint Exupéry. Uma história de diálogos entre um adulto mais aberto à imaginação e uma criança não muito comum…


Se a criança questionadora perguntar: porque a lua e o sol desaparecem e reaparecem, o adulto terá uma explicação física científica muito detalhada. Mas não estará preparado para uma nova rodada de porquês. “Porque então, o sistema solar é assim?”


A pequena criança não teria inibições para questionar. Ela precisa imaginar, de preferência infinitamente…


O adulto comum tolera mal essa tendência da criança questionadora.


O adulto pergunta a ela: porque você vive só perguntando? ela responde: Porque não?


__________________________________________________ Quer ter acesso a este texto completo e muitos outros conteúdos em vídeos e textos? Conheça nosso área do assinante: clique aqui para saber como.

WhatsApp
bottom of page