top of page

O futuro é previsível quando a gente repete os mesmos padrões disfuncionais.

Atualizado: 30 de out. de 2023

Texto escrito pelo Dr. Sérgio Spritzer há 5 anos atrás (2016).

Manifestações excessivamente organizadas ou bagunçadas não são bons sinais de coerência em redes humanas. Estamos de olho nos padrões relacionais coletivos.

Tomar partido não é firmar posições. Ao contrário: É entrar no jogo do antagonismo. É justamente essa a "bola fora" do momento.

Um sintoma da falta de um projeto nacional autêntico e compartilhado por consenso.

O resto são discussões de segundo plano de como levar um projeto de estado adiante (não de partido e de ideologia a ou b).

Se dá conta como a gente se perde discutindo o que realmente é o que importa. Mantenha o FOCO NO QUE INTERESSA.

__________________________________________________ Quer ter acesso a este texto completo e muitos outros conteúdos em vídeos e textos? Conheça nosso área do assinante: clique aqui para saber como.

Comments


bottom of page