top of page

Ninguém diz diretamente o que pensa.

Atualizado: 30 de out. de 2023

© Sérgio Spritzer 2022 Precisa se valer de uma analogia: algo que possa ser visto, ouvido, feito e sentido fisicamente para daí “extrair” e “captar” a ideia.


Ela é uma abstração, a representação mental evocada. Nós de fato pensamos por analogias e não de forma abstrata.

Se cada uma das pessoas imagina, faz uma representação sensorialmente evidente do que pensa de si e/ou dos outros, então temos uma fenomenologia do imaginário a ser examinada e composta entre eles.

__________________________________________________ Quer ter acesso a este texto completo e muitos outros conteúdos em vídeos e textos? Conheça nosso área do assinante: clique aqui para saber como.

WhatsApp
bottom of page